Faça seu cartão de crédito Sorriden!

Quer saber por que ter um seguro de vida é tão necessário? Então, você veio ao lugar certo. Contratar esse serviço é uma atitude fundamental, uma vez que ele cobre diversos fatores e circunstâncias.

Isso porque indivíduos prudentes tendem buscar alternativas para evitar riscos e diminui-los. Trata-se de uma condição da natureza humana, já que as pessoas desejam preservar suas obrigações familiares. Nesse sentido, surge o amparo pessoal e a responsabilidade de garantir o padrão financeiro dos entes mais próximos.

O seguro de vida ajuda manter a tranquilidade e bem-estar de cônjuges e filhos em ocasiões adversas. Além disso, também contribui para o planejamento familiar, visto que se precaver perante a possibilidade de ocorrências inesperadas é essencial para proteger a família.

Está disposto a compreender por que ter um seguro de vida? Confira este conteúdo e conheça oito bons motivos. Boa leitura!

1. Resguarda a situação financeira dos dependentes

Iniciaremos com uma situação corriqueira e penosa: diante de um falecimento repentino, essa proteção ajuda a preservar os dependentes de problemas financeiros que possam surgir após a morte do titular.

Essa situação é bastante séria para quem tem cônjuge, filhos, irmãos e outros que podem sofrer dificuldades financeiras. E isso engloba desde a contratação do funeral até os momentos futuros, quando já não é mais possível contar com o apoio do provedor.

Além disso, ao negociar um seguro de vida, você pode montar suas coberturas de forma personalizada, sendo possível escolher serviços, como:

  • seguro habitacional: quitação de mensalidades remanescentes (restantes);

  • seguro educacional: rescisão dos custos escolares dos filhos;

  • seguro prestamista: pagamento de dívidas do segurado.

2. Protege o cônjuge

Geralmente, quem é casado divide as despesas com seu cônjuge. Dessa forma, caso um dos dois venha a óbito, o outro terá de arcar com as contas sozinho, comprometendo sua qualidade de vida devido à queda na renda.

Pense bem: existe positividade maior que permitir que os entes amados não ficarão desamparados nesse momento tão sensível? Imagine se for necessário recorrer a um apoio psicológico ou contratar alguém para cuidar dos filhos, por exemplo.

Saber que, mesmo com a dor da perda, a pessoa com quem você vive terá condições de seguir adiante é realmente confortante. Esse é um motivo e tanto para contratar um seguro de vida, não é mesmo?

3. É um investimento a longo prazo

Ainda que alguns não conheçam essa possibilidade, contratar esse tipo serviço vai além de dar respaldo à família — é uma ótima forma de investimento.

Se você é um empreendedor e tem um sócio, por exemplo, ambos precisam contratar o seguro de vida. Afinal de contas, caso um dos dois venha a falecer, o outro deverá tomar conta das obrigações do negócio, sob o risco de a empresa se endividar.

Pensando no núcleo familiar, é preciso pensar que os dependentes podem herdar dívidas, como empréstimos e financiamentos. Assim, com o valor indenizado pela seguradora, eles terão como arcar com essas atribuições sem estresse.

Sem contar que o seguro de vida não entra no inventário em caso de falecimento do segurado. Ou seja, esse respaldo não precisa ser exclusivamente destinado aos herdeiros naturais (pais, irmãos e filhos), podendo ser encaminhado a qualquer indivíduo (sobrinho, amigo, afilhado). Isso evita burocracias e desentendimentos entre os envolvidos.

4. Cobre doenças graves

Diversas apólices indenizam segurados que contraem enfermidades graves — desde que determinada doença esteja presente na cláusula do contrato. Nada mais pertinente, uma vez que não é possível prever o futuro. Lembre-se, não deixe sua saúde e da sua família à mercê da sorte.

Vale saber que um simples remédio utilizado no tratamento de esclerose múltipla, por exemplo, pode custar em torno de R$5 mil, além de ser muito difícil de ser obtido pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Como uma pessoa aposentada no teto do INSS (R$5,6 mil) conseguiria suprir esse tipo de medicamento? É importante mencionar que muita gente falece precocemente pelo agravo de patologias que poderiam ser tratadas caso fossem prudentes financeiramente no decorrer da vida.

5. Reembolsa despesas médicas e hospitalares

Um seguro de vida de qualidade pode reembolsar gastos médicos e odontológicos — proveniente de um plano dental, por exemplo — enquanto o segurado e seus dependentes permanecerem sob tratamento.

Além disso, é possível ter mais liberdade, já que você pode escolher livremente os profissionais para atendê-lo.

Vale destacar que essas despesas devem ser justificadas de acordo com as condições do contrato e que o procedimento deve começar entre os primeiros 30 dias a contar da ocorrência (enfermidade) coberta pelo seguro.

6. Custeia gastos funerários

Funerais custam caro. Ainda que amigos e familiares optem por algo mais acessível, ainda assim bastante dinheiro será necessário, e alguém terá de assumir a conta. Esse é um momento em que os entes queridos não deveriam ter responsabilidade, uma vez que o sentimento de perda ainda é muito intenso.

Um seguro de vida particular resolve todo esse impasse. Além disso, seu cônjuge recebe um valor específico, que é destinado para cobrir outros custos nessa hora difícil.

7. Transfere recursos aos herdeiros sem burocracia

Esse recurso é muito utilizado para planejamento sucessório, ou seja, durante a transmissão dos bens para os herdeiros. O motivo é que a verba indenizatória é transmitida, sem burocracia, diretamente aos beneficiários, além de ser isenta de imposto de renda ou Imposto Transmissão Causa Mortis e Doações (ITCMD) — taxa referente à transmissão de heranças.

Logo, o seguro de vida garante que os dependentes não fiquem sem dinheiro enquanto aguardam o inventário dos bens do falecido. Isso significa que a indenização pode ser consumida não só para a família de manter, mas para pagar os custos do próprio inventário, que costumam ser bem altos.

8. Garante um bom custo-benefício

Por fim, um bom motivo para aderir a um seguro de vida é o seu alto custo-benefício. Por ainda ser pouco procurado pelas pessoas, as corretoras ofertam ótimas coberturas junto às seguradoras.

Existem diversas modalidades e valores disponíveis no mercado, variando conforme o perfil do contratante. Fatores como idade do titular, tipos de risco, condições de saúde e outras alternativas de cobertura são alguns exemplos que definem o valor da apólice. Com isso, é possível encontrar um plano compatível com o seu bolso e necessidade.

E então, percebeu por que ter um seguro de vida é importante? Esperamos que os motivos e vantagens mostrados ao longo deste conteúdo tenham te convencido sobre a contratação desse recurso para você e sua família.

Aproveite esta oportunidade e entre em contato conosco. Conheça nossas opções de programas odontológicos essenciais e perfeitos para qualquer sorriso. Nós também incluímos seguro de vida e de acidente pessoal em nossos planos dentários. Não deixe de conferir!

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa