Faça seu cartão de crédito Sorriden!

Roer as unhas, hábito conhecido por onicofagia em estudos científicos, pode indicar ansiedade, insegurança e sensação de solidão. Além disso, a prática, apesar de ser muito comum entre os pacientes, prejudica severamente a saúde bucal, motivo pelo qual este post explica como essa mania desgasta a função e a estética dental.

A seguir, o texto mostra, também, quais são os principais problemas bucais associados ao hábito de roer as unhas, como o desgaste do esmalte dentário, a piora do mau hálito e as disfunções na gengiva. Tem curiosidade sobre o tema, certo? Então, continue a leitura e tire as suas dúvidas!

Por que roer as unhas causa problemas funcionais e estéticos?

O hábito de roer as unhas afeta, em geral, a saúde do corpo humano pelo fato de os dedos contaminarem o interior da boca com bactérias, vírus e até fungos, o que pode desencadear problemas de ordem estética e funcional. Mas, além de a prática ser prejudicial para o organismo, ela afeta, principalmente, o sorriso, gerando complicações no mecanismo de oclusão (mordida), por exemplo.

Quais são os problemas que o hábito de roer causa à saúde bucal?

Você já sabe que roer as unhas é prejudicial para a saúde, mas quais são os problemas bucais que decorrem desse mau hábito?

Má oclusão

Um dos principais problemas associados ao ato de roer unha é a má oclusão, isto é, uma complicação entre o encaixe das arcadas dentárias superior e inferior, bastante comum em crianças que estão desenvolvendo a dentição.

Desgaste do esmalte dos dentes

Ao roer as unhas, o paciente exerce uma forte pressão sobre os dentes, movimentando, para trás e para frente, as arcadas dentárias. Com esse mecanismo contínuo, o esmalte dos dentes é desgastado, o que facilita a ocorrência de cárie e o risco de fraturas no local.

Agravamento do mau hálito

O mau hálito é causado pela falta de higiene bucal e pela ingestão de alimentos, como cebola e alho. Ao mesmo tempo, a mania de roer as unhas contribui para o surgimento desse odor desagradável na boca, uma vez que as bactérias, presentes nas pontas dos dedos, entram em contato com a cavidade bucal quando o paciente leva as mãos à boca.

Problemas na gengiva

Lesões no tecido gengival são, por fim, outro problema associado a quem rói as unhas, já que elas têm fragmentos cortantes e, geralmente, contaminados com bactérias. O quadro pode se agravar em caso de algum pedaço de unha ficar preso entre o dente e a gengiva, o que pode levar a sangramento e inflamação na boca.

Neste post, você aprendeu que o hábito de roer as unhas é prejudicial para a saúde bucal, uma vez que o impacto provocado por mãos ou pés na dentição desgasta o esmalte, assevera o mau hálito e pode desencadear disfunção no tecido gengival. Para não correr esse risco, mude o seu estilo de vida e cuide, diariamente, do seu sorriso.

O artigo de hoje foi útil para você? Se sim, continue se informando com dicas que ajudam a manter a sua saúde bucal em dia. Siga, agora, as nossas páginas nas redes sociais e receba outros materiais interessantes. Estamos no Facebook e no Instagram!

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa