Faça seu cartão de crédito Sorriden!

Além de afetar a estética do sorriso, a perda de um ou mais dentes pode trazer danos à fala e à mastigação e até prejudicar a autoestima do paciente. A Odontologia oferece algumas soluções para o tratamento desse problema — entre elas, a prótese removível e a prótese fixa. Apesar de terem um objetivo comum de restaurar o sorriso, esses dois recursos têm indicações e características distintas.

Quer entender essas particularidades e descobrir como reconhecer qual dessas alternativas é a solução mais adequada para cada caso? Continue a leitura e conheça as principais diferenças entre as próteses móveis e fixas.

Mobilidade

A principal característica para diferenciar uma prótese é a mobilidade. Os modelos mais utilizados são as próteses do tipo removível e os dispositivos protéticos fixos.

Prótese removível

Como o próprio nome indica, as próteses removíveis podem ser retiradas da arcada dentária para a higienização e até para dormir. Elas são de dois tipos.

Prótese total removível

Quando o paciente perdeu toda ou grande parte da dentição, pode ser utilizada uma estrutura móvel, popularmente conhecida como “dentadura”. Essa prótese é feita em acrílico e reproduz o tamanho e o formato dos dentes naturais perdidos. Para o uso desse procedimento, é preciso considerar algumas condições anatômicas e fisiológicas do paciente:

  • o osso em contato com as bases de acrílico deve ter largura e altura suficientes para garantir o encaixe, bem como promover conforto durante o uso;
  • as gengivas precisam estar saudáveis, resistentes e sem problemas de crescimento, como as hiperplasias traumáticas ou a periodontite;
  • os músculos da mastigação devem estar fortes para facilitar a movimentação da prótese.

Prótese parcial removível

Se o paciente conta com uma quantidade maior de dentes, o modelo recomendado é o parcial removível, também chamado de PPR Roach. Essa estrutura utiliza conectores que permitem o encaixe da prótese entre os dentes remanescentes, sem que sejam necessários um desgaste ou a extração dessa dentição.

O procedimento é indicado quando existem dentes de apoio para a colocação da prótese. Essa dentição também deve estar em bom estado para evitar que a presença e o atrito do material comprometam a saúde do dente ou o conforto do paciente.

Prótese fixa

Assim como os protéticos móveis, as próteses fixas apresentam duas categorias.

Prótese fixa parcial

Conhecida popularmente como “coroa” ou “jaqueta dentária”, essa prótese é utilizada quando um dente foi destruído pela ação da cárie. Caso a coroa natural do dente esteja inutilizável, o cirurgião-dentista, primeiro, realizará o tratamento de canal e, depois, cimentará a estrutura protética.

Em outros casos, a nova coroa de cerâmica ou porcelana será colocada sob o dente sem a necessidade de outros tratamentos, a partir de um pequeno desgaste para facilitar o encaixe da prótese. Além de sua utilização para próteses fixas dentárias, esse tratamento é utilizado quando:

  • dentes e gengivas de suporte não estão preparados para receber as próteses removíveis;
  • existem limitações de mastigação e de fala durante o uso dos protéticos móveis;
  • o paciente tem fobias a procedimentos cirúrgicos mais complexos, como o necessário para o uso da prótese fixa total;
  • o tratamento será combinado com outras técnicas, como as facetas ou as lentes de contato dental.

Prótese fixa total

Nesse tratamento, é instalado um implante dentário sob o osso do maxilar, para substituir a raiz natural do dente perdido e reter a prótese. O procedimento é indicado no caso da perda de um ou mais dentes, especialmente quando o uso das próteses removíveis causa desconforto no paciente.

Duração do tratamento

Independentemente da técnica adotada, o procedimento odontológico é o mesmo. Depois de avaliar a saúde bucal e ouvir as expectativas do paciente, o dentista constrói um molde da arcada dentária e envia ao laboratório para a confecção da prótese. A duração depende do tipo de tratamento escolhido e da necessidade de outros procedimentos odontológicos antes da colocação das próteses.

Acabamento estético

Os protéticos odontológicos foram desenvolvidos para deixar o sorriso dos pacientes o mais natural possível. Ainda assim, existem diferenças estéticas entre os modelos disponíveis. As estruturas removíveis apresentam um resultado inferior aos modelos fixos e ao implante dentário, por exemplo.

O melhor acabamento estético é o das próteses dentárias fixas. Isso é consequência do maior investimento dos laboratórios nessas técnicas e no desenvolvimento de novos materiais, como a porcelana, deixando o acabamento da coroa muito próximo ao aspecto natural dos dentes.

Higienização

Após as refeições, as próteses removíveis devem ser retiradas e enxaguadas com água corrente para a remoção dos resíduos de alimentos. A limpeza profunda é feita com o auxílio de uma escova com cerdas macias e sabão neutro para remover a placa bacteriana. Na sequência, o paciente deve fazer a higiene bucal normal, sem se esquecer de escovar a língua, as gengivas e o céu da boca.

A saúde bucal dos usuários de próteses fixas é garantida com a prática dos mesmos cuidados utilizados para a higienização dos dentes naturais, com o uso de escova, creme e fio dental.

Procedimento ideal

Apenas um profissional pode definir qual é o procedimento ideal para o seu caso. Ele vai considerar determinados fatores, como o seu histórico e a saúde bucal. Por isso, é importante contar com a orientação de um especialista e de um plano que ajude você a manter a saúde do sorriso.

Pensando nisso, a Sorriden criou o Programa de Prevenção Odontológica com serviços que atendem às necessidades de todos os tipos de pacientes com planos que cabem no seu bolso. São serviços que ajudam você a manter a rotina de saúde bucal em dia e procedimentos que deixam o seu sorriso mais saudável, como limpeza e aplicação de flúor.

Com os planos Sorriden, você tem acesso à melhor rede de clínicas odontológicas do Brasil. Elas são equipadas com tecnologia de ponta e contam com profissionais que são referência no mercado, qualificados para a realização de diferentes atendimentos, incluindo especialistas em próteses dentárias. Confira, a seguir, outros benefícios disponíveis em nossos programas de prevenção odontológica:

  • plano sem burocracia: feito o cadastro, é possível começar a usar os serviços após 24h do pagamento da primeira mensalidade;
  • agendamento on-line: marque um horário sem sair de casa, sempre que precisar;
  • atendimento garantido: a visita ao consultório acontece até 48h depois de agendar a consulta;
  • emergência odontológica: nesses casos, o atendimento acontece sem a necessidade de marcação prévia.

Você conheceu as principais características da prótese removível e da prótese fixa e viu como esses tratamentos podem ajudar a suprir a falta de dentes. Para evitar que esse problema se repita, o ideal é manter a saúde bucal em dia com um programa de prevenção odontológica, como o que é oferecido pela Sorriden.

Entre em contato conosco e descubra qual é o plano Sorriden ideal para o seu sorriso.

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa