Faça seu cartão de crédito Sorriden!

A utilização dos aparelhos ortodônticos é o tratamento mais comum e eficaz para a correção de oclusões dentárias. Porém, apenas a sua instalação não é o suficiente. O sucesso de um tratamento ortodôntico depende de vários fatores, e, dentre eles, estão a regularidade das manutenções no aparelho e o respeito para seguir as recomendações indicadas pelo dentista.

Algumas vezes, o tratamento ortodôntico pode demorar um pouco mais do que o esperado, o que faz com que as pessoas acabem deixando de lado os cuidados com a saúde bucal depois de um tempo, chegando a abandonar o tratamento. Contudo, o abandono do tratamento e a falta de diligência podem trazer diversas consequências. Afinal, o sucesso desse processo depende das suas idas ao dentista, com a devida manutenção do aparelho ortodôntico.

Quer saber o que acontece se não fizer manutenção no aparelho? Acompanhe o nosso artigo e conheça a importância da manutenção e as consequências de não seguir corretamente o tratamento. Boa leitura!

Qual a importância de realizar a consulta de manutenção?

A consulta com o especialista é o momento em que ele realiza a troca dos arcos ortodônticos e substitui as borrachinhas e as demais peças do aparelho que estão faltando.

Desse modo, a falta de manutenção e de comprometimento com relação aos cuidados está diretamente associada à demora do tratamento, já que o aparelho deixa de aplicar a força para corrigir o problema bucal. Além disso, se os acessórios não forem trocados, podem acumular resíduos e afetar a higiene e a saúde bucal.

Quais as consequências de não seguir corretamente o tratamento?

Confira, a seguir, as principais complicações que podem surgir quando o tratamento do aparelho ortodôntico não é realizado corretamente.

Atraso no tratamento

Primeiramente, não seguir corretamente as recomendações dos dentistas pode atrasar todo o tratamento, isto é, prolongar ainda mais o tempo de permanência com o aparelho ortodôntico. Nesse sentido, o atraso pode provocar danos à região bucal, desalinhando ou deixando os dentes mais tortos.

Uma das principais causas que colaboram para o atraso no tratamento é a redução de visitas ao dentista para a manutenção ortodôntica. A visita mensal é fundamental para avaliar o progresso do tratamento e fazer os reparos e os ajustes necessários para que o resultado seja o melhor possível.

Menor higiene

A utilização do aparelho ortodôntico favorece o acúmulo de restos alimentares entre os dentes. Por isso, a higienização dos dentes se torna uma atividade um pouco mais complicada e que exige cuidado, afinal, todos os resíduos precisam ser eliminados para não causarem problemas bucais.

Por esse motivo, as idas ao dentista são tão importantes, pois, somente com a manutenção correta, pode-se realizar a limpeza completa, sobretudo, das áreas de difícil acesso. Além disso, o especialista também é responsável por orientar o paciente sobre o modo correto de fazer a higienização bucal, recomendando, inclusive, os itens específicos que ajudam a preservar a saúde bucal durante o tratamento.

Inflamações e acúmulo de bactérias

Como dito, o aparelho ortodôntico oferece maior risco ao surgimento de problemas que afetam a saúde bucal, como inflamações, acúmulo de bactérias, tártaro, cáries e gengivite, que ocorrem, principalmente, devido à má higienização da boca. Em alguns casos, o paciente não consegue identificar tais complicações, por isso, é importante o acompanhamento do profissional.

Outra condição que assusta os pacientes é a possibilidade de alguns dentes amolecerem e caírem. Isso acontece porque, sem o ajuste do aparelho na manutenção, os dentes se movimentam para retornar à posição natural, enfraquecendo e iniciando o amolecimento. Dependendo do caso, pode ocorrer a perda total.

Possibilidade de desajustes

Dependendo do tempo que o paciente fica sem ir ao dentista, pode ser necessária uma nova avaliação da posição e das condições dos dentes. Isso porque o aparelho pode movimentar os dentes indevidamente, provocar reabsorções de raízes ou perda óssea decorrentes das forças realizadas pelo aparelho não controlado ou danificado, além da cárie, pela falta de higienização, e da inflamação da gengiva.

Além disso, depois de certo tempo, o aparelho perde a sua função, quando não é ajustado devidamente. A função da manutenção é exatamente regular o aparelho para que ele exerça força nos dentes, objetivando o reposicionamento. Quando não há esse processo, todo o tratamento é prejudicado. Desse modo, ao interromper o tratamento ortodôntico, todos os resultados obtidos podem se perder, isto é, os dentes podem retornar à posição original.

Escurecimento dos dentes

Outro fator que deve ser levado em consideração é o escurecimento dos dentes caso não seja feita a manutenção no aparelho, por causa do tempo que ele permanece colado na região e pelo consumo de alimentos pigmentados, como refrigerantes, corantes, café, vinho, entre outros. Indo ao dentista, é possível manter a limpeza bucal em dia, evitando tais efeitos.

Aumento do custo final do tratamento

Ao iniciar o tratamento, o dentista responsável realiza todo um planejamento do caso e estipula um tempo aproximado para isso. De modo geral, a maioria dos procedimentos odontológicos já apresenta um alto custo e, em cada ida ao dentista para realizar uma manutenção, gasta-se um determinado valor. Agora, já imaginou ter que prolongar o tratamento? Então, quando o paciente não se compromete, o procedimento leva mais tempo para finalizar, aumentando consideravelmente o custo de todo o tratamento.

Por fim, todas essas consequências são eliminadas quando você realiza o tratamento ortodôntico de forma adequada, pois, assim, evita o surgimento de problemas mais sérios à sua arcada dentária. Sem dúvidas, o aparelho ortodôntico é um investimento, por isso, é fundamental que o paciente retorne ao consultório na frequência estabelecida pelo profissional e leve a sério o serviço contratado, com o intuito de manter a manutenção em dia.

Mesmo que a adaptação no começo seja um pouco difícil, com esforço e dedicação, é possível se acostumar com o aparelho e obter bons resultados.

Diante disso, cabe ressaltar a importância de contar com a ajuda de bons profissionais, além de um plano que cubra todos os procedimentos para manter a integridade do tratamento. A Sorriden, por exemplo, é uma operadora de plano de saúde odontológico com diversas clínicas credenciadas, equipadas com tecnologia de ponta e profissionais qualificados. 

Este post que trata sobre o que acontece se não fizer manutenção no aparelho foi útil? Quer conhecer mais sobre os serviços da Sorriden? Entre em contato com a gente agora mesmo e conheça as soluções como a melhor alternativa do mercado!

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa