Faça seu cartão de crédito Sorriden!

A dúvida sobre quando levar o bebê ao dentista pela primeira vez é bastante comum e aflige muitos pais e mães. Se esse é o seu caso, não se preocupe: é sobre isso que falaremos neste artigo.

É fato que a preocupação com a saúde dos dentes é fundamental e deve-se iniciar quanto antes, prevenindo problemas e corrigindo aqueles que possam aparecer. Mas, existe uma idade certa para a primeira consulta?

A seguir, você entenderá a importância de fazer o acompanhamento odontológico da criança, qual é o melhor momento para levar os pequenos ao dentista pela primeira vez e quais são os principais cuidados com a saúde bucal do bebê. Vamos lá?

Por que é importante levar o bebê ao dentista?

Antes de tudo, é preciso entender que o cuidado com a saúde bucal do bebê é algo que deve, preferencialmente, se iniciar antes mesmo de seu nascimento, com a mãe frequentando consultas odontológicas e prevenindo o surgimento de quaisquer problemas que possam aparecer e afetar o desenvolvimento intrauterino do pequeno. ​

Trata-se, também, do momento ideal para que pais e mães tirem dúvidas — como em relação ao uso da chupeta, à higienização das gengivas, à dor do nascimento dos dentes, à alimentação, etc.  — e recebam as primeiras orientações sobre a saúde oral do bebê, uma vez que alguns recém-nascidos já nascem com dentes.

Se essa consulta for feita durante a gravidez, os adultos não ficarão assustados e já saberão como agir, por isso ela é tão importante.

Quando levar o bebê ao dentista?

Com o nascimento da criança — e, sobretudo, com o surgimento de seus primeiros dentinhos —, chegam junto as dúvidas sobre como cuidar de sua saúde bucal desde cedo. Caso a consulta pré-natal não tenha sido feita, não é preciso se preocupar. Levando o bebê para o dentista o quanto antes, evitam-se os problemas que podem aparecer com o surgimento dos dentes.

Isso porque os pequenos que já comem alimentos diversos já podem sofrer de condições por falta da higienização correta, por exemplo. Os que já comem açúcar também estão sujeitos a apresentar quadros de cárie — por mais improvável que isso possa soar.

Mas, afinal de contas, quando levar o bebê ao dentista pela primeira vez? Embora ainda não exista uma única idade pré-determinada considerada ideal para esse contato, é essencial não adiar de forma alguma esse momento.

Alguns especialistas recomendam que isso deve acontecer logo nos primeiros dias do bebê, por volta dos 6 a 8 meses de idade, com o surgimento de seus primeiros dentes — no geral, nascem os chamados incisivos centrais inferiores, no meio da gengiva de baixo. Em seguida, surgem os incisivos centrais superiores, também na parte central da gengiva, mas em cima.

No entanto, mesmo que nenhum dentinho ainda tenha aparecido, a consulta com o dentista pode ser extremamente benéfica tanto para o bebê quanto para a mãe, que receberá as orientações adequadas para cuidar da saúde bucal do pequeno.

Quais os principais cuidados com a saúde bucal do bebê?

Escovação

Como já abordamos ao longo do post, a higiene bucal do bebê deve ser realizada desde o seu nascimento. Antes mesmo que os seus primeiros dentes apontem, é preciso higienizar as gengivas, a bochecha e a língua da criança, limpando-os com uma gaze ou compressa úmida cerca de duas vezes ao dia — sendo uma delas preferencialmente à noite, antes do pequeno dormir. Para que o procedimento seja feita de maneira correta, siga à risca as orientações do seu dentista.

Com o surgimento dos primeiros dentinhos, é fundamental a adoção de uma rotina diária de escovação — ao menos duas vezes por dia, de preferência depois das refeições e antes de dormir. Nesse período, já é possível contar com o uso de uma escova de dentes apropriada e, a partir de 1 ano de idade, com um creme dental próprio para bebês também.

Uma dica importante é tornar o momento de escovar os dentes interessante e divertido para os pequenos. Isso porque, quando ele é transformado em apenas mais uma obrigação, pode acabar sendo desestimulante desde cedo. É possível realizar uma escovação prazerosa na criança sem que ela deixe de ser bem-feita. Para tanto, após o procedimento, deixe que ela manuseie, brinque e descubra a escova — que acaba se tornando um objeto lúdico.

Pasta de dente

Existem pastas de dente no mercado que são apropriadas para o uso dos bebês e que contêm pouco flúor. No momento da escovação, no entanto, é comum que pais e mães acabem errando na quantidade de creme dental. Aqui, não é necessário encher toda a escova: o equivalente a um grão de arroz já é suficiente para fazer uma higienização eficaz.

Acompanhamento com dentista

Após a sua primeira consulta, o indicado é que o bebê continue indo ao dentista de 6 em 6 meses, para que o profissional avalie e faça o acompanhamento de seus dentes. Por isso, optar por um plano odontológico para crianças pode ser vantajoso. Em todos os casos, deve-se levar a criança ao consultório imediatamente quando:

  • houver sangramento da gengiva;
  • algum dente apresentar coloração diferente (escura);
  • a criança começar a chorar ao comer ou higienizar os dentes;
  • algum dente quebrar.

Mais consultas, menos medo

Outro aspecto muito importante é que, frequentando consultas preventivas desde bebê, a criança cria consciência quanto à importância dos cuidados com a saúde bucal e tende a sentir menos medo de ir ao dentista — outra preocupação bastante frequente entre os pais. Isso evita que ela vá ao dentista somente quando a dor já estiver instalada, levando à realização de procedimentos invasivos e que podem abalar os pequenos.

Pronto! Agora você já sabe quando levar o bebê ao dentista pela primeira vez. Lembre-se de que os pequenos tendem a se espelhar nas atitudes do pai e da mãe, copiando tudo aquilo que observam em casa. Sendo assim, dê o bom exemplo desde cedo, frequentando consultas periódicas e conversando sobre saúde bucal com a criança.

E então, gostou do assunto que trouxemos neste post? Para continuar por dentro de conteúdos como este, curta agora mesmo a nossa página no Facebook!

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa