São Paulo - Capital
(11) 3181-9060
Demais Localidades 0800 444 0800

Sensibilidade nos dentes: entenda o que é e como tratar

Mantenha sua saúde e sorriso em dia de maneira ainda mais simples e prática.

Header

Se você sente dor só de pensar em tomar um picolé ou um café bem quente, saiba que o motivo disso é uma condição que, embora comum, representa um grande incômodo para aqueles afetados por ela: a sensibilidade nos dentes! Mas, quais são as causas para esse problema? Como reverter a situação e voltar a degustar os alimentos sem sofrer?

Foi pensando em solucionar as principais dúvidas sobre a sensibilidade nos dentes que preparamos este post. A seguir, entenda mais sobre por que ela acontece, como tratá-la e a partir de que momento é necessário buscar ajuda especializada!

O que é sensibilidade nos dentes?

Dores, pontadas e até mesmo sensação de choque nos dentes: esses são os principais sintomas de quem convive com a sensibilidade dentária. A condição é causada quando ocorre a erosão do esmalte protetor ou a recessão da gengiva — expondo a dentina (superfície subjacente) e, consequentemente, reduzindo a proteção que era fornecida à raiz do dente. 

Justamente por isso, a pessoa afetada sofre com sensações indesejadas quando ingere alimentos ou bebidas quentes, frios, doces ou muito ácidos. Para alguns, até mesmo a respiração no ar frio é motivo para a ocorrência da dor. O mais importante de tudo é entender que ignorar os dentes sensíveis podem levar a outros problemas sérios de saúde bucal — especialmente nos casos em que a condição impede uma escovação eficaz.

Quais são os principais fatores de risco para esse problema?

Embora as causas para a sensibilidade nos dentes sejam aquelas que já mencionamos anteriormente — afinamento do esmalte dentário e recessão da gengiva —, existem alguns fatores de risco que impulsionam o aparecimento desse tipo de problema. 

Entre os principais, podemos citar:

  • escovação inadequada: quando feita com muita força e pressão, ela pode danificar o esmalte dos dentes;
  • uso prolongado de cremes dentais abrasivos: as pastas que prometem um clareamento dos dentes apresentam componentes abrasivos que, a longo prazo, desgastam o esmalte dentário;
  • consumo excessivo de alimentos e bebidas ácidas: refrigerantes, cerveja, frutas cítricas, isotônicos… esses produtos também são vilões do esmalte, portanto, devem ser consumidos de forma equilibrada;
  • bruxismo: essa é uma das principais condições ligadas à sensibilidade dentária. Isso porque o ranger dos dentes provoca uma pressão que estoura os prismas de esmalte e expõe a dentina.  

Como é o tratamento para a sensibilidade nos dentes?

Assim que notada a sensibilidade nos dentes, é fundamental procurar um dentista o quanto antes. Isso porque somente ele poderá fazer um diagnóstico correto e preciso, confirmando (ou não) o caso e analisando a situação para definir o tratamento. 

É preciso reforçar essa questão, já que um equívoco comum é pensar que apenas um creme dental desenvolvido para dentes sensíveis pode cessar o problema. É claro que alguns produtos do tipo — como enxaguantes e pastas menos abrasivas — podem fazer parte do tratamento, mas, existem alguns casos mais complexos que envolvem pequenas restaurações para proteger a dentina. 

O mais importante é não tolerar ou mascarar a dor, já que a sensibilidade pode evoluir e causar uma inflamação mais grave. Em situações extremas, a única maneira de resolver é por meio de tratamentos complexos como o de canal. Sendo assim, agir de forma rápida e preventiva é fundamental!

Viu só como a sensibilidade nos dentes tem solução? Se você é uma das pessoas afetadas por esse problema, não hesite em procurar a ajuda de um dentista para dar início ao tratamento. Afinal de contas, uma saúde bucal em dia é também sinônimo de bem-estar e qualidade de vida. 

Se você gostou das informações do post, aproveite para curtir agora mesmo a página da Sorriden no Facebook e se manter sempre atualizado com as nossas novidades!