Faça seu cartão de crédito Sorriden!

Você sabe o que é provisório em Odontologia? Ideal para substituir temporariamente um dente danificado até que a prótese permanente seja colocada, esse dispositivo é indispensável para manter a saúde e a estética bucal do paciente, impedindo o crescimento excessivo da gengiva e protegendo a estrutura dentária da ação de micro-organismos.

Pensando nisso, falaremos mais sobre o assunto a seguir, mostrando como o dente provisório pode ser feito no consultório ou no laboratório, para quais casos clínicos deve ser uma opção viável, qual é a importância da coroa provisória, como é o processo de adaptação à peça e, por fim, a que cuidados o paciente deve atentar até o momento de receber uma prótese permanente na boca.

Quer saber mais sobre o tema? Continue a leitura deste artigo e aproveite as dicas que separamos para você!

Afinal, o que é um dente provisório?

Confeccionado em resina acrílica, o dente provisório, também chamado de coroa dentária provisória, é uma opção temporária utilizada por questões estéticas e para assegurar as características funcionais da região bucal.

Para que o dente provisório seja colocado na cavidade bucal, é importante preparar o local. Isso significa que a dentição natural danificada precisa ser desgastada para, em seguida, receber a aplicação da coroa. Esse desgaste, normalmente feito um pouco abaixo da gengiva, é essencial para que a região tenha espaço para receber a peça definitiva e para disfarçar a linha onde ela é aplicada.

Como é feita a aplicação da provisória?

Como mencionamos, o dente provisório é feito de resina acrílica e pode ser produzido diretamente sobre o dente danificado ou, por outro lado, em laboratórios de prótese dentária. No segundo caso, é feito um molde a partir da arcada dentária do paciente. Após essa moldagem inicial, o dente passa pelo processo clínico de desgaste para receber a prótese provisória.

Os dois procedimentos, sejam na clínica, sejam no laboratório, devem ser realizados com acompanhamento odontológico, em consultórios especializados e por profissionais capacitados. Vale mencionar que a opção feita em laboratório tem acabamento e polimento melhores. Ela é usada especialmente para perdas dentais, dentes irreversivelmente danificados e para situações que exigem reabilitações orais com mais dentes.

Qual é a importância da coroa provisória?

Até aqui, você já sabe o que é e como é feita a dentição provisória, também chamada de coroa provisória, mas qual é a importância dessa peça para a saúde bucal do paciente? Respondendo à questão, pode-se afirmar que a finalidade da coroa provisória vai muito além de questões estéticas, já que ela é essencial para manter a saúde da região e prepará-la para a aplicação do dente provisório.

Impedir o crescimento da gengiva

Naturalmente, a gengiva sofre alterações na região bucal e a importância do dente provisório está relacionada, nesse sentido, com o desgaste necessário para finalizar a sua aplicação. Se a coroa não for colocada, a gengiva pode inflamar, mudar de forma e crescer sobre a região preparada para receber o dente permanente.

Além do incômodo e da dor associada ao crescimento descontrolado do tecido gengival, isso impede que a moldagem da nova peça seja feita corretamente.

Proteger a estrutura do dente

Outro motivo que torna o dente provisório tão importante para a manutenção da saúde bucal do paciente é o tratamento protético que ele oferece. Assim, a coroa provisória também é usada para proteger a estrutura dentária, especialmente contra quebras e fraturas de possível ocorrência no dia a dia, com a ingestão de alimentos de consistência dura, por exemplo.

Manter as funções dentárias

Por outro lado, o dente provisório também devolve as funções dentárias, principalmente aquelas relacionadas à mastigação e à digestão. Com a substituição de dentes muito danificados por novas peças, por mais que sejam temporárias, o processo mastigatório volta a ser agradável e confortável, melhorando a qualidade de vida do paciente durante o procedimento.

É importante mencionar, também, que a falta da peça provisória sofre as consequências da movimentação dos dentes. É possível, portanto, que os dentes sofram alterações de lugar e, caso a peça permanente já tenha sido moldada, o dente definitivo não encaixará como o planejado, exigindo um novo e rápido molde dentário.

Quais são os materiais mais recomendados para fazer os dentes provisórios?

Como você já sabe, a dentição provisória é confeccionada diretamente no dente ou previamente em consultório, a partir dos moldes da arcada dentária do paciente. Para isso, o material usado como base é, geralmente, a resina acrílica. Sabe por quê?

A resina acrílica é ideal para esse tipo de procedimento protético, sendo também usada na Odontologia para a confecção de moldeiras, placas miorrelaxantes e coroas provisórias, devido à resistência a impactos externos, à sua aparência muito semelhante a uma dentição natural e ao custo-benefício, em relação a outros componentes disponíveis no mercado.

Como é o processo de adaptação à coroa provisória?

O dente provisório, normalmente, não é utilizado pelo paciente por mais de dois meses, motivo pelo qual é importante entender que, caso haja algum desconforto na adaptação à peça, isso passará com a colocação da prótese definitiva e com a finalização do procedimento.

No entanto, enquanto estiver com a coroa provisória, é possível que a pessoa sinta algum incômodo em relação à presença da resina acrílica na boca, principalmente ao mastigar os alimentos. Por isso, a dica é que você tenha bastante paciência ao usar a peça e contate o dentista em caso de inflamação, dor dental ou desconforto contínuo associado ao tratamento de dente provisório.

Quais são os principais cuidados a serem tomados durante o procedimento?

A recomendação para o uso de dentes provisórios muda de acordo com o tipo de procedimento que o paciente está realizando no consultório, sob supervisão do cirurgião-dentista. Em todo caso, é importante redobrar os cuidados com a higiene bucal, escovando a dentição natural após as refeições e usando o fio dental pelo menos uma vez ao dia.

Da mesma forma, tenha atenção na hora de mastigar alimentos muito duros, que podem comprometer a região do dente danificado e que receberá, em seguida, uma prótese permanente. Contudo, não deixe de conversar com o profissional para saber melhor quais são os cuidados que você deve ter para não sofrer com imprevistos ao usar um dente provisório.

Neste post, você descobriu o que é provisório, procedimento de extrema importância para manter a saúde bucal de pacientes que ainda não receberam uma prótese definitiva, que completa a reabilitação oral no tratamento de dentes danificados. Mas é importante se lembrar, sempre, de que essa técnica é essencial para você ter um sorriso bonito e saudável, além de aumentar a autoestima e a autoconfiança.

O texto foi útil para você? Se sim, ajude a sua comunidade a descobrir procedimentos que auxiliam na manutenção da saúde bucal. Compartilhe, agora, este artigo com os seus amigos nas redes sociais!

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa