Faça seu cartão de crédito Sorriden!

Nem sempre é fácil notar um dente trincado. Por vezes, no entanto, você perceberá ao sorrir para o espelho, ter uma sensibilidade constante ou sentir uma dor insistente. Esses sinais indicam que algo está errado com a sua boca.

Independentemente disso, procurar uma clínica odontológica quando notar algum trinco nos seus dentes é indispensável. Assim, você evita que essa lesão evolua para algo mais grave.

Você sofre ou já sofreu com um dente trincado? Então, este conteúdo é para você. Continue lendo e saiba tudo sobre o tema!

O que pode causar esse problema?

Um dente pode trincar por diversos motivos, e eles abrangem comportamentos e hábitos involuntários, o que independe da vontade da pessoa. Sendo assim, as causas mais comuns são:

  • acidentes ou grandes impactos;
  • bruxismo — apertamento ou ranger excessivo dos dentes;
  • dentes com tratamento de canal ou com grandes restaurações, que ficaram com a estrutura comprometida;
  • mordida (mastigação) de objetos duros, como tampas de canetas ou lápis;
  • consumo de alimentos mais duros, como amendoim, bala, gelo, torresmo;
  • roer unhas;
  • problemas de oclusão — ter a mordida desalinhada pode gerar pressões pontuais na arcada dentária durante a mastigação.

As rachaduras nos dentes podem não ser identificadas em decorrência de um grande evento. Em muitos indivíduos, elas surgem por causa de algum problema bucal, ou, até mesmo, de uma mania. Ou seja, em alguns casos, elas não são vistas a olho nu, passando despercebidas.

Quais sintomas ele manifesta?

Nem toda trinca dentária manifesta sintomas, pois a lesão pode não atingir uma parte sensível ou pode ser superficial. Contudo, conforme a gravidade se intensifica, podem ocorrer:

  • dor constante e gradativa (leve, moderada e intensa);
  • dor na hora de mastigar;
  • sensibilidade a alimentos frios ou quentes.

Dependendo do local da fissura e da sua profundidade, a estrutura do esmalte pode ficar prejudicada. Logo, é bom ficar atento, caso você perceba algum sinal diferente no dente.

Um dente trincado pode trazer complicações?

Ainda que a trinca seja superficial, é importante tratá-la com urgência, pois a pressão sobre o local comprometido aumenta a gravidade do problema.

Quando um dente é trincado, podem ocorrer infiltrações de bactérias e resíduos nessa fenda, o que pode levar ao surgimento de cáries, e, até mesmo, evoluir para casos de pulpite (inflamação da polpa dentária), exigindo o tratamento de canal.

Além disso, quando a dor se manifesta, o paciente pode mudar a maneira como mastiga, forçando os dentes próximos. E se a rachadura for muito intensa, pode complicar a sustentação dos dentes.

Os trincos ainda podem se quebrar e provocar formações irregulares, que lesionam a língua e a gengiva, além de causarem a proliferação de bactérias na área interna do dente. Ainda existe a falha estética, que é causada pelo acúmulo de pigmentos nas microfissuras, levando ao escurecimento da área externa e, consequentemente, do sorriso de um modo geral.

O que fazer em casos de dente trincado?

Existem diversas possibilidades para tratar um dente trincado, dependendo da dimensão do problema. Veja os mais utilizados.

Polimento

Essa é a solução mais indicada para casos superficiais ou leves, em que o paciente perde somente um minúsculo fragmento do dente. Como o próprio nome diz, é feito o polimento da dentição afetada, removendo as bordas afiadas e retomando o formato original. Esse tratamento resulta em uma superfície lisa que recupera as funções normais do dente.

Adesivo dental

Se as trincas forem superficiais e ocorrerem nos dentes frontais, o adesivo dental é o mais indicado. Ele é feito de resina (com a cor natural do dente) e preenche ou sela o dente lesionado.

Embora seja um procedimento mais barato, ele não é permanente e exige cuidados especiais. Por isso, ele é exclusivo para dentes frontais, pois esses não sofrem tanto com a força da mastigação.

Coroa dental

No caso de trincas mais longas ou profundas, mas que não atingiram a raiz ou a parte inferior da gengiva, a coroa dental é ideal.

Ela é feita à base de porcelana e ajuda a “cobrir” o dente fraturado, para restaurar e melhorar o seu formato. É uma alternativa um pouco mais cara, mas que garante uma solução duradoura para o problema.

Facetas

São ideais quando ainda existe uma porção suficiente de dente, pois elas duram muito tempo e necessitam que uma pequena parte seja removida antes. A faceta é um revestimento fino de plástico ou porcelana produzido para se ajustar à superfície do dente.

Tratamento de canal

O tratamento de canal é feito quando as trincas atingem a polpa do dente, retirando toda a parte inflamada e evitando problemas ainda maiores. Hoje, esse não é mais um procedimento doloroso. Após finalizá-lo, o seu dentista implanta uma coroa dental para cobrir o dente tratado.

Implante

Infelizmente, em casos severos, pode não existir restauração para o dente trincado (ou quebrado), especialmente se a lesão ficar abaixo da linha da gengiva. Nesse caso, será preciso extrair o dente e colocar um implante, a fim de substituir a raiz do dente afetado.

Em geral, os implantes são à base de titânio e revestidos com uma coroa de porcelana ou resina, reproduzindo a aparência natural do dente.

Acompanhamento

Nos casos das fissuras minúsculas e que não causam sintomas, o odontologista pode optar por não fazer nenhum procedimento, somente monitorar a evolução das trincas.

Se isso ocorrer, não se preocupe, afinal, é bastante comum que pacientes manifestem rachaduras superficiais na dentição permanente, mas que não provocam inflamações ou perda do dente, por exemplo.

E então, o que achou das intervenções que podem ser feitas em caso de dente trincado? A primeira sugestão é visitar uma clínica dentária a cada seis meses, pois o dente lesionado pode ser um problema assintomático e silencioso. Dessa forma, o acompanhamento profissional identificará a fissura ainda no começo, evitando prejuízos maiores.

A avaliação odontológica pode diagnosticar problemas, como bruxismo, e sugerir o melhor tratamento, como a utilização de placas intraorais na hora de dormir para preservar os dentes do atrito.

Este conteúdo sobre o que fazer em caso de um dente trincado foi útil? Para ter um cuidado especial com a sua saúde bucal e a da sua família, providencie um plano de saúde odontológico. Recomendamos a Sorriden, que se destaca pelo seu Programa de Prevenção. Contamos com mais de 360 clínicas credenciadas por todo o Brasil para que você tenha um acompanhamento contínuo e o máximo de conveniência. Acesse o nosso site, confira o nosso catálogo e contrate o plano ideal para você.

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa