Faça seu cartão de crédito Sorriden!
7 consequências dos dentes desalinhados para a saúde

O sorriso harmônico é um desejo dos pacientes porque não apenas implica uma aparência saudável, mas também significa que as funções bucais estão em pleno desenvolvimento. Mas algumas disfunções na cavidade bucal podem afastar o sonho de conquistar um sorrisão. Pensando nisso, este texto explica o que caracteriza os dentes desalinhados.

Além disso, o material mostra quais são as principais consequências dos dentes desalinhados, como dor de cabeça, dificuldade para fazer a higiene oral, problemas respiratórios e até incômodos na coluna vertebral. Por fim, você entende como é o tratamento e por que contar com um plano de saúde odontológico ajuda a se tratar adequadamente. Continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre o tema!

O que caracteriza o problema de dentes desalinhados?

Você deve estar se perguntando, agora, como o quadro de desalinhamento dentário se caracteriza, certo? Respondendo à questão, é possível diagnosticar o problema quando a dentição não se desenvolve corretamente, levando ao surgimento de dentes tortos, saltados ou encavalados, com sobreposição de um dente sobre o outro.

No entanto, é importante ressaltar que o diagnóstico deve ser feito, sempre, pelo profissional na clínica odontológica.

Quais são as principais causas de dentes desalinhados?

O desalinhamento dental pode ocorrer tanto na infância, com o nascimento dos primeiros dentes do bebê, quanto na vida adulta. O motivo é que essa disfunção pode ser causada por variados aspectos, como o nascimento dos dentes sisos e o bruxismo, caracterizado pelo hábito de ranger os dentes.

Por outro lado, a respiração bucal, que impacta o formato dos ossos bucais; fatores genéticos; maus hábitos (roer as unhas e chupar dedo, por exemplo) e uma arcada dentária menor, sem espaço para todos os dentes, podem levar ao desalinhamento dental.

Quais são as consequências para quem sofre com essa condição?

Até aqui, você sabe o que causa e como se caracteriza o quadro clínico de dentes desalinhados. Mas quais são as consequências para as pessoas que sofrem com esse problema bucal?

1. Doenças respiratórias

A respiração é uma das principais funções realizadas, entre outros órgãos, pela boca. Mas, quando o paciente apresenta dentes desalinhados, essa condição é bastante afetada, principalmente quando se combina a deformações na estrutura óssea do rosto. Dessa forma, a falta de tratamento adequado para a disfunção dental pode levar o paciente a sofrer com doenças respiratórias.

2. Dores na coluna

Outro sintoma associado à dentição disfuncional são as dores na coluna vertebral. Sabe por quê? O incômodo tem a ver com o impacto dos dentes desalinhados na cabeça, já que, nesse caso, o paciente tende a contrair a musculatura da região, posicionando a nuca em direção a um lado específico.

Caso o tratamento ortodôntico seja negligenciado, outros ligamentos musculares podem ser afetados, gerando dores nas costas, nos joelhos e nos pés, por exemplo.

3. Má digestão

O sistema digestivo começa na boca, em que o alimento é triturado e misturado à saliva. Mas, quando existem complicações ortodônticas, modificando o espaçamento e o desenvolvimento da dentição na cavidade, a função mastigatória é comprometida, levando a problemas na hora da digestão.

Da mesma forma, pessoas que têm dentes desalinhados costumam exercer mais força sobre um lado da arcada dentária ao comer os alimentos, impacto que pode desgastar a estrutura dentária, deixando a dentição mais exposta, e a gengiva, mais sensível e inchada.

4. Dor de cabeça

Dentes mal encaixados influenciam a articulação têmporo-madibular, também chamada de ATM, podendo levar a disfunções nesse mecanismo, responsável pelo ligamento entre o maxilar e o crânio. Com o agravamento da situação, o paciente costuma sentir fortes dores na região da cabeça, além de zumbidos e estalidos (barulho de estalos) ao abrir a boca.

5. Dificuldade para fazer uma higiene bucal satisfatória

A higiene bucal também fica comprometida quando o paciente apresenta dentes tortos. O motivo é que problemas ortodônticos dificultam a limpeza com escova de dente e fio dental, fazendo com que restos de alimento fiquem presos entre o dente e a gengiva, o que facilita, por outro lado, a proliferação de micro-organismos nocivos na boca.

6. Alteração na aparência facial

Para além do desgaste e do comprometimento das funções bucais, problemas ortodônticos, no crescimento e no desenvolvimento da dentição ao longo da vida, estão relacionados a alterações na aparência facial, já que o sorriso é um “cartão de visita” para as outras pessoas. Os dentes desalinhados causam, dessa forma, um impacto negativo na estética dental.

7. Problemas de autoestima e sociabilidade

Por fim, problemas de autoestima, que comprometem a relação com o próprio corpo, têm uma relação direta com um sorriso disfuncional, uma vez que existe uma cobrança cada vez maior da sociedade por dentes bonitos e saudáveis. Nesse sentido, o paciente pode desenvolver um medo de sorrir em público, o que prejudica a sociabilidade e a qualidade de vida da pessoa.

Como funciona o tratamento para dentes desalinhados?

Na Odontologia, não é possível falar em tratamento sem, antes, ter um diagnóstico adequado. Por isso, o ideal é consultar um dentista especializado (ortodontista) para avaliar o caso clínico. Após uma primeira consulta, você deve fazer alguns exames odontológicos para verificar o estado da saúde bucal e, a partir dos resultados, o paciente recebe a indicação para cuidar dos dentes desalinhados.

No entanto, de forma geral, o tratamento para dentes desalinhados, tortos ou encavalados requer o uso contínuo de aparelho dentário, seja móvel, seja fixo. Atualmente, a ciência e o mercado odontológico disponibilizam várias técnicas para acelerar a movimentação dos dentes e tratar problemas de desenvolvimento e espaçamento na dentição, com conforto e segurança.

Por que contar com um plano odontológico para solucionar o problema?

Contratar os serviços de uma operadora de plano de saúde odontológico é a melhor maneira de ter acesso contínuo a profissionais capacitados e tratamentos tecnológicos para dentes disfuncionais. Em geral, o benefício cobre a colocação de aparelhos dentários tradicionais (fixos ou móveis, com dispositivos metálicos), mas não inclui o uso de alinhadores invisíveis, com moldeiras transparentes e removíveis.

Neste post, você entendeu o que caracteriza e o que causa os dentes desalinhados, uma disfunção que pode comprometer desde o sistema digestório até a respiração, causando mal-estar na cabeça e dores de coluna. Mas, para um tratamento adequado, consulte o seu dentista de confiança, associado a um plano odontológico, e veja como ter um sorriso harmônico.

Quer ter dentes bonitos e saudáveis e o melhor atendimento odontológico do país? Não espere mais para contratar um plano de saúde bucal e ter acesso aos melhores dentistas da sua região. Entre em contato conosco pelo telefone (11) 3181-9060 (para São Paulo capital) ou pelo 0800 444 0800 (para as demais regiões)!

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa