Faça seu cartão de crédito Sorriden!

Se você sente dor só de pensar em tomar um picolé ou um café bem quente, saiba que o motivo disso é uma condição que, embora comum, representa um grande incômodo para aqueles afetados por ela: a sensibilidade no dente! Mas, quais são as causas para esse problema? Como reverter a situação e voltar a degustar os alimentos sem sofrer?

Foi pensando em solucionar as principais dúvidas sobre a sensibilidade nos dentes que preparamos este post. A seguir, entenda mais sobre por que ela acontece, como tratá-la e a partir de que momento é necessário buscar ajuda especializada.

O que é sensibilidade nos dentes?

Dores, pontadas e até mesmo a sensação de choque nos dentes: esses são os principais sintomas de quem convive com a sensibilidade dentária. A condição é causada quando ocorre a erosão do esmalte protetor ou a recessão da gengiva — expondo a dentina (superfície subjacente) e, consequentemente, reduzindo a proteção que era fornecida à raiz do dente. 

Justamente por isso, a pessoa afetada sofre com sensações indesejadas quando ingere alimentos ou bebidas quentes, frias, doces ou muito ácidas. Para alguns, até mesmo a respiração no ar frio é motivo para a ocorrência da dor. O mais importante de tudo é entender que ignorar os dentes sensíveis podem levar a outros problemas sérios de saúde bucal — especialmente nos casos em que a condição impede uma escovação eficaz.

Portanto, cabe ao indivíduo que sente esses tipos de desconforto não negligenciar esse problema e buscar ajuda assim que possível, afinal, um hálito puro, um sorriso saudável e dentes fortes é o sonho de qualquer pessoa.

Quais são os principais fatores de risco para esse problema?

Embora as causas para a sensibilidade nos dentes sejam aquelas que já mencionamos — afinamento do esmalte dentário e recessão da gengiva —, existem alguns fatores de risco que impulsionam o aparecimento desse tipo de problema. 

Entre os principais, podemos citar:

  • escovação inadequada: quando feita com muita força e pressão, ela pode danificar o esmalte dos dentes;
  • não usar escovas macias: esse fator também pode danificar a saúde bucal, por isso o uso de cerdas macias são importantes para reduzir a sensibilidade nos dentes.
  • uso prolongado de cremes dentais abrasivos: as pastas que prometem um clareamento dos dentes apresentam componentes abrasivos que, a longo prazo, desgastam o esmalte dentário;
  • não ter acompanhamento frequente com um dentista: Só o profissional qualificado na área poderá fornecer os meios certos para tratar a sensibilidade nos dentes.
  • consumo excessivo de alimentos e bebidas ácidas: refrigerantes, cerveja, frutas cítricas, isotônicos: esses produtos também são vilões do esmalte, portanto, devem ser consumidos de forma equilibrada;
  • bruxismo: essa é uma das principais condições ligadas à sensibilidade dentária. Isso porque o ranger dos dentes provoca uma pressão que estoura os prismas de esmalte e expõe a dentina.  

Como é o tratamento para a sensibilidade nos dentes?

Assim que notada a sensibilidade nos dentes, é fundamental procurar um dentista quanto antes. Isso porque somente ele poderá fazer um diagnóstico correto e preciso, confirmando (ou não) o caso e analisando a situação para definir o tratamento. 

É preciso reforçar essa questão, já que um equívoco comum é pensar que apenas um creme dental desenvolvido para dentes sensíveis pode cessar o problema. É claro que alguns produtos do tipo — como enxaguantes e pastas menos abrasivas — podem fazer parte do tratamento, mas existem alguns casos mais complexos que envolvem pequenas restaurações para proteger a dentina. 

Nessa ótica, em situações mais graves, alguns dentistas optam por fazer aplicação de flúor por meio de moldes bucais durante 3 a 5 minutos com o intuito de que as áreas sensíveis recebam esse mineral.

O mais importante é não tolerar ou mascarar a dor, já que a sensibilidade pode evoluir e causar uma inflamação mais grave. Em situações extremas, a única maneira de resolver é por meio de tratamentos complexos, como o de canal. Sendo assim, agir de forma rápida e preventiva é fundamental!

Qual procedimento dentário pode gerar sensibilidade nos dentes?

O clareamento dentário tem sido um procedimento muito requisitado nos últimos anos. Usado como forma de eliminar os dentes manchados ou amarelados, essa técnica tem grande satisfação entre as pessoas.

Porém, poucas delas sabem os malefícios causados por esse tratamento, afinal, os agentes clareadores são muito agressivos à superfície dentária. Nessa perspectiva, por abrir os poros do esmalte dentário, a dentina que, por sua vez, é a região que tem nervos, fica exposta e mais sensível.

Por que é importante manter a higiene bucal mesmo com dor?

As pessoas que têm sensibilidade nos dentes sabem que o desconforto em algumas situações é ainda mais acentuado. Porém, mesmo com tamanho desconforto é preciso manter uma boa escovação, isso porque os restos de comida que são depositados entre os dentes podem gerar cáries, tártaros e deixar os dentes ainda mais doloridos.

Então, é preciso que o indivíduo mantenha a escovação de forma correta e procure com urgência um profissional especializado na área, afinal, o tempo é peça-chave no tratamento da hipersensibilidade.

Logo, o indivíduo que por ventura estiver sentindo dores não pode de maneira alguma descuidar da saúde bucal. Por isso, ele deve escovar os dentes após as refeições e passar o fio dental pelo menos uma vez no dia, para que, assim, evite maiores desconfortos.

Qual a importância de se ter um bom acompanhamento profissional?

É fato que o zelo pela saúde bucal deve ser um dos principais objetivos de um indivíduo. Diante disso, para minimizar os danos causados pela sensibilidade no dente, a escolha de um bom dentista é de fundamental importância, visto que ele identifica os motivos pelos quais o paciente sente dor e tomará atitudes necessárias para resolver o problema.

Nesse contexto, muitos profissionais desenvolvem procedimentos específicos para ajudar o paciente a ter melhor qualidade de vida. A exemplo disso tem-se a aplicação de verniz com flúor na região afetada, fazendo com que o esmalte dentário seja restabelecido e a sensibilidade desapareça.

Além disso, existe a possibilidade de o dentista aplicar um laser terapêutico. Esse procedimento é usado como forma de complementar o tratamento de sensibilidade e aliviar o desconforto do cliente.

Logo, o profissional da área saberá o que será melhor para o tratamento de cada paciente, concederá um diagnóstico preciso e informará ao indivíduo todos os passos que precisam ser seguidos a fim de minimizar essa sensibilidade.

Viu só como a sensibilidade nos dentes tem solução? Se você é uma das pessoas afetadas por esse problema, não hesite em procurar a ajuda de um dentista para dar início ao tratamento. Afinal de contas, uma saúde bucal em dia também é sinônimo de bem-estar e qualidade de vida. 

Gostou do conteúdo apresentado? Então, aproveite para curtir a nossa página do Facebook e ficar por dentro de mais novidades.

 

Blog Sorriden: dicas de saúde bucal


17 de setembro de 2021 | Saúde Bucal

Não sabe como melhorar o hálito? Confira 4 melhores formas!

Você sabe como melhorar o hálito? Ter mau hálito é uma situação desagradável que pode ser muito constrangedora […]


26 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

O aparelho ortodôntico para crianças vale a pena? Descubra!

Um assunto muito comum e que gera dúvidas em mães e pais é o aparelho ortodôntico para crianças. […]


12 de agosto de 2021 | Saúde Bucal

Confira 5 dicas para perder a vergonha de ir ao dentista!

Por diversos motivos, as pessoas precisam realizar consultas odontológicas, no entanto alguns obstáculos impedem ou reduzem as chances […]

Acesse o Blog

Realize sua pesquisa